31.3.08

Uma filosofia dos meios digitais

---------------------------------------------------------
Artigo publicado originalmente na coluna "Pensamento Digital"
do portal JumpExec em 31/03/2008
http://jumpexec.uol.com.br/index.php?sub=5&land=ler&idArtigo=2043
---------------------------------------------------------

Vilém Flusser (1920-1991) foi um filósofo theco que viveu por muitos anos no Brasil e aqui desenvolveu seus trabalhos de pesquisa, muitos deles relacionados à imagem, em particular, à linguagem fotográfica.

Em um de seus livros - “A Filosofia da Caixa Preta” (1983) - ele faz uma reflexão sobre a fotografia, mas que serve bem para qualquer aparelho tecnológico de comunicação, bem como para os meios digitais.

Para ele, o avanço tecnológico permitiu o surgimento de equipamentos que desempenham sua função sem a necessidade de um conhecimento científico aprofundado sobre seu funcionamento por parte do seu usuário. Hoje em dia podemos exemplificar essa idéia a partir das máquinas fotográficas digitais: basta clicar e a foto é registrada, inclusive com certa garantia de qualidade. Aquele que faz uso do “aparelho” Flusser vai chamar de “funcionário”, pois apenas opera o equipamento, sem conhecer propriamente seu funcionamento.

A vantagem da automatização dos processos é evidente e largamente aceita pela sociedade, seja uma máquina fotográfica, uma filmadora, um software gráfico ou mesmo um carro, quanto mais prático e automatizado, melhor. O problema existente aqui é que no mundo dos “funcionários” não há espaço para criatividade.

Flusser inclusive diz que a liberdade está justamente no ato de jogar contra o aparelho tecnológico, pois caso contrário, estaremos todos produzindo produtos semelhantes, produtos automatizados, sem nenhuma originalidade ou criatividade. É somente quando você subverte o equipamento que começa a surgir um produto criativo. E para fazê-lo, é necessário conhecer seu funcionamento, ou seja, nas palavras do filósofo, é necessário conhecer a caixa preta, entender seus procedimentos, para então manipulá-los.

Ao dizer que se faz necessária uma filosofia da fotografia, Flusser defende a necessidade de conhecer a linguagem fotográfica para saber operar sobre ela e não ser operado por ela. É neste ponto ao qual faço a relação com os meios digitais.

Vivemos um momento único que é justamente o processo de formação de uma nova linguagem; a linguagem dos meios digitais. Neste contexto, só é criativo e capaz de operar sobre essa linguagem aquele que domina seus procedimentos. É hora de acordar e correr atrás, pois em breve todos que atuam na área da comunicação terão que lidar indubitavelmente com a cultura do digital.

Aqueles que desenvolvem campanhas inovadoras de marketing digital, seja um viral ou qualquer outro modelo, o fazem pois não são simples funcionários, muito pelo contrário, são pessoas que dominam a linguagem como nenhum outro, estão imersos nesse ambiente e por isso conseguem ver soluções criativas que ninguém ainda imaginou. Os outros, os funcionários, sabem apenas ler seus e-mails, pesquisar no Google e trocar scraps no Orkut.


---------------------------------------------------------
Artigo publicado originalmente na coluna "Pensamento Digital"
do portal JumpExec em 31/03/2008
http://jumpexec.uol.com.br/index.php?sub=5&land=ler&idArtigo=2043
---------------------------------------------------------

Marcadores: , ,

28.3.08

Irresistível: 1 viral e 2 tentações (chocolate e lingerie)


Nesta última terça uma ação de marketing viral colocou mulheres de lingerie em sacadas de prédios em diferentes bairros de São Paulo. Elas estavam comendo chocolates com formato de pernas e braços.

A ação viral seguiu então seu rumo tradicional: começaram a pipocar posts em blogs e vídeos no YouTube. Dentre os blogs que publicaram informações sobre o viral estão o HiTechLive, Brainstorm #9, Ah! Trí, né! e o portal BlueBus.

Mais tarde já havia um hotsite da campanha, porém ainda sem informar o anunciante. No hotsite aparecem links para blogs e portais que deram a notícia e a possibilidade de cadastro do endereço de e-mail para receber mais informações sobre a ação. Há também um mapa da cidade, indicando o ponto em que as modelos devem aparecer. Alguns pontos, aqueles em que a ação já ocorreu, é possível ver a foto da modelo, seu nome e o link para o perfil do Orkut. Lá no perfil de cada modelo também aparece o link para o hotsite que aliás, leva o título "Irresistível".

Há diversos pontos marcados no mapa sem a indicação da modelo, provavelmente indicam posições de futuras aparições dos próximos dias.

No blog Brainstorm #9 foi sugerido a possibilidade de tratar-se de uma campanha do novo desodorante da Axe. Ao ver o comercial de TV da campanha que roda fora do Brasil, parece mesmo uma boa aposta, vejam abaixo:



[UPDATED - 28/03 - 12h] Ontem de madrugada, quando fiz esse post, cometi a falha de esquecer de visitar o blog Sim, Viral. Mas o Rafael Ziggy já corrigiu meu erro, deixando o comentário abaixo. No post dele também está anunciado a descoberta do anunciante, definitivamente é a campanha da Axe para o novo desodorante com cheito de chocolate.

[UPDATED - 28/03 - 17h] Conforme informado pelo leitor Leandro, já tem um vídeo na internet sugerindo o teaser que será divulgado na MTV na próxima semana:

Marcadores: ,

27.3.08

Código QR avança no ocidente



POST #1:
Começam a aparecer no Brasil algumas embalagens que já utilizam o código QR, substituindo aos poucos o código de barras padrão, assim como já acontece no Japão (veja o post anterior).

Na verdade são ainda embalagens de produtos importados de países como a China, por isso trazem esse código; mas sua utilização em produtos de consumo global ajuda na popularização do novo código.

Aqui no Brasil por enquanto só tive notícias da aplicação do código QR na campanha publicitária da Fast Shop.


POST #2:
Vale comentar também que o celular da Nokia N95 já vem equipado com o software para decodificação do código QR, indicando uma possível tendência para os futuros aparelhos de celular.

Basta acessar a ferramenta disponível na interface do aparelho e apontar a câmera do celular para um código QR.


POST #3:
Minha aluna Monique Martan também deixou uma dica interessante no blog do Ligaki: um site americano que comercializa camisetas estampadas com o código QR.

Na loja virtual da Augme você escolhe uma estampa e indica o texto ou link que deseja inserir no código QR. Veja abaixo o vídeo de demonstração:




Mais sobre:
- Código QR: a evolução do código de barras
- Fast Shop veicula anúncio com QR Code
- Dentsu Digital estreia QR Code
- QR Code dá primeiros passos no Brasil
- O case do Pet Shop Boys

Marcadores:

[drops] A blogosfera sustentável

Na mesma semana em que postei a iniciativa para promover as ecobags (veja o post) nasce um novo blog que vai tratar exclusivamente sobre temas relacionados à sustentabilidade.

Trata-se do EcoBlogs, que possui em sua equipe de conteudistas diversos autores de blogs famosos como o blog Sturm und Drang, O Escriba, Ladybug Brasil, Guindaste e o blog Rodrigo Barba.

Visite e acompanhe as novidades da Rede Ecoblogs.







Marcadores: ,

A ética do Hyundai Azera


Este post foi publicado por sugestão de alguns alunos do curso de Publicidade & Propaganda, inconformados com a falta de ética do anúncio do carro Azera.

Realmente a Hyundai trouxe uma campanha agressiva para o lançamento do modelo Azera 2008. No comercial para televisão a mensagem diz que o Azera é “mais potente que um Mercedes-Benz Classe C, mais admirado que um Lexus 350 e mais espaçoso que um BMW Série 7″, e finaliza ao dizer que o mais impressionante é o preço.

Procurei refletir sobre o caso e também discutir com alguns amigos. Achei complicado, neste caso, prever o que pode acontecer caso essa campanha seja colocada em julgamento pelo Conar (Conselho de Auto-Regulamentação Publicitária), pois há diversos tópicos a considerar, dentre eles:

- Não se trata de propaganda enganosa, pois provavelmente a Hyundai tem dados e pesquisas para confirmar as afirmações;

- É um anúncio comparativo, que geralmente esbarra em questões éticas e uma delas é evidenciar a marca concorrente;

- Citar o nome da marca concorrente pode não ser falta de ética, mas sem dúvida é visto, no mínimo, como um ato deselegante;

- Mas julgar a citação do nome do concorrente como impróprio e indevido é um risco grande para cair no campo da restrição da verdade;

- Obviamente o espaço para a verdade e a denúncia deve estar mais no jornalismo do que na publicidade, porém, a publicidade não pode se isentar completamente da verdade, ou então acabamos caindo na descrença completa;

- Penso que em época eleitoral, por exemplo, um candidato deveria ter a liberdade de fazer uma denúncia (comprovada, obviamente) em relação a seu concorrente, seja através de uma notícia jornalística como também de um anúncio publicitário.

- E por fim, acredito que seja completamente desnecessário a opção "panos quentes" em que o anúncio comparativo cita os concorrentes apenas com as iniciais do nome ou simplesmente como "concorrente X".

Deixo abaixo o comercial de TV para que você mesmo faça sua consideração:

Marcadores:

23.3.08

#ecobag: campanha de sustentabilidade (sacola ecológica)


Está feita a proposta para a blogosfera. Pode chamar de meme, campanha ou corrente. A idéia é simples: publique em seu blog uma foto da sacola que você escolheu para substituir os sacos plásticos do supermercado e indique também links de outros blogs que fizeram o mesmo; assim ajudamos o nosso leitor com várias sugestões de ecobags!

A minha ecobag:
- Não tem marca, não custa caro nem é fabricada com materiais inovadores que surgiram de experiências com reciclagem;
- É feita de palha de bananeira e custou R$15,00 a maior e R$10,00 a outra ao lado;
- Fica permanentemente no porta malas do carro, sempre que resolvo passar no supermercado levo junto dentro do carrinho de compras.

Sobre a proposta:
- Escolha a sacola que preferir, pode ser destas que encaixam direitinho no carrinho do supermercado ou outra que você mesmo inventou, basta tirar uma foto e publicar no seu blog;
- Aproveite e indique também em seu post links para outros blogs que fizeram o mesmo e ajude a montarmos uma corrente das mais diferentes ecobags!
- Se você não tem blog, pode postar no flickr, no picasaweb, fotolog ou onde preferir;
- Atualmente a consciência ecológica pode ser apenas modismo ou estratégia de marketing, mas no futuro pode ser algo obrigatório para nossa sobrevivência. De fato, porquê no futuro? Porquê não adquirir hoje um hábito "sustentável" no seu cotidiano?

[UPDATED 06/01/09] Nessa primeira semana de 2009 encontrei na loja Tok & Stok uma ecobag por R$9,90! Fica a dica.



- E NÃO ESQUEÇA! Deixe aqui um comentário, indicando o link do seu post!


Quem postou sobre sua ecobag:
- Blog Lalai LOADED
- Blog O Luxo do Lixo
- Flickr: Leve a sacola ao supermercado!
- Quer ganhar uma sacola Ecoblogs?

Marcadores: , ,

18.3.08

Mad Men ajuda na seleção de um estagiário nativo digital


Hoje uma seleção para vaga de estágio não é feita exclusivamente através da análise do "curriculum vitae" do candidato, principalmente em áreas concorridas como o caso da comunicação. Muitas empresas realizam dinâmicas e algumas vezes aproveitam de outras fontes de dados como o perfil da pessoa no Orkut.

Se o candidato possui um blog, melhor ainda, pois é possível conhecer um pouco mais do seu repertório. Esse fator é especialmente válido para agências que atuam com marketing digital, BTL, etc. Um blog ou o perfil em uma rede social ajuda a conferir se o jovem é um “nativo digital”, ou seja, se possui bom repertório sobre os meios digitais; característica essencial e muitas vezes o principal diferencial que esse jovem poderá agregar à empresa.

Consciente disso, hoje resolvi propor aos meus alunos a seguinte atividade: eles deveriam desenvolver uma estratégia de comunicação para lançamento de um novo produto em que fossem realizadas apenas ações na internet.

O produto é real: o seriado para televisão Mad Men, que será lançado pelo canal HBO no Brasil em Abril. O contexto do seriado é justamente o cenário publicitário na década de 50. (veja um post anterior em que comento o lançamento da série)

O trabalho foi realizado em duplas, porém cada um deveria publicar um post em seu blog particular comentando a estratégia criada. Ou seja, abaixo você verá a mesma estratégia sempre em dois blogs diferentes. (já comentei comentei aqui que havia solicitado aos alunos a criação de um blog para acompanhamento da disciplina)

Apesar possuírem ainda pouco conhecimento sobre ferramentas e estratégias de marketing (pois estão somente no segundo ano do curso de publicidade), quem tiver curiosidade em ver o resultado da atividade notará que muitos criaram ações que fogem das ferramentas tradicionais de publicidade digital (banners, adwords, etc), indicando um potencial criativo interessante para ações em meios digitais.

Abaixo segue a relação dos blogs que participaram da atividade. Note que o blog ainda é bem simples, já que cada autor possui apenas dois meses de experiência com seu blog; mas ainda assim, são boas fontes de referência para as agências de marketing digital em busca de novos estagiários:


- HBO com nova série dramática
- Uma boa estratégia para a divulgação do seriado Mad Men
- Mad Men- lançamento
- Lançamento MAD MEN
- Mad Men
- Mad Men
- Lançamento MAD MEN
- Mad Men
- Sobre o novo seriado
- MAD MEN: a nova aposta da HBO
- Mad Men
- Mad Men- lançamento
- Sobre o novo seriado
- Mad Men (Nova série no Brasil)
- Uma boa estratégia para o seriado Mad Men

16.3.08

Ação de ONG pinta faixa para bicicletas nas ruas de SP

Você provavelmente já notou nas principais vias de SP um pictograma na pista da direita indicando tratar-se de uma via para cliclistas, certo?

O interessante é que essa marca não é oficial, porém depois que elas apareceram tem muita gente respeitando (finalmente) os ciclistas urbanos.

Ao que tudo indica, essa é uma ação realizada pela ONG Bicicletada que atua no Brasil e em Portugal e tem como objetivo incentivar o transporte ecológico e sustentável.

Mensalmente a Bicicletada promove em várias cidades do Brasil uma mobilização inspirada no "Critical Mass", evento realizado em diversas metrópoles do mundo que reune em toda última sexta-feita do mês, ciclistas, patinadores, etc.

Em São Paulo a Bicicletada realiza o evento também todas as últimas sexta-feira de cada mês, na Praça do Ciclista (Av. Paulista, 2440 - veja o mapa), sempre a partir das 18h30, momento em que o trajeto do passeio é definido; e a saída acontece às 20h.

Marcadores:

AE Mundi e Gadgets para Vista

Hoje a Agência Estado em parceria com a Microsoft e o Banco Caixa lançaram 3 novos produtos, disponíveis gratuitamente para download no www.aemundi.com.br

- Gadgets Mercado e Notícias - dois aplicativos para instalar na barra lateral do windows vista. Um deles traz as últimas notícias da Agência Estado enquanto o outro mostra em tempo real os índices do mercado financeiro e a cotação das ações, com 15 minutos de delay.

- AE Mundi - um aplicativo mais complexo que pretende trazer o mesmo conteúdo que os gadgets acima. Trata-se da proposta de uma nova interface para leitura de notícias. Na área de configurações você define qual editoria desejar receber notícias e a partir de então um globo terrestre no centro do aplicativo marca em pontos vermelhos as regiões citadas nas notícias mais recentes.

Uma espécie de agregador de notícias em RSS, porém com uma interface de apelo visual ao estilo Google Earth. Seria mais interessante se permitisse incluir outros RSSs ao invés de restringir às notícias da Agência Estado.

Marcadores:

14.3.08

MICA traz papel reciclado da Europa

Hoje estive com o Fernando Reis Jr, responsável pela MICA, empresa que distribui mídias cards pelos estabelecimentos em todo o Brasil.

Ele contou uma novidade que vale a pena divulgar: a partir de abril todos os mídia cards produzidos pela MICA serão impressos em um papel reciclado que ele está importando da Espanha. Esse é o início do seu projeto de sustentabilidade.

E qual a razão de preferir o papel importado ao invés do nacional? Acontece que no Brasil o único papel reciclado que temos é aquele na cor parda com fibras coloridas. O nome correto desse papel é reciclato, justamente porquê apenas 25% do papel é composto de material pós-consumo, os outros 75% é composto por material pré-consumo, ou seja, são sobras da própria fábrica de papel, mas não necessariamente papel já utilizado.

Sem dúvida é um papel que de alguma maneira possui uma intenção ecológica, mas apenas 25% dele faz algum proveito do papel que descartamos no lixo.

Pensando nisso Fernando foi buscar na Europa um papel que fizesse melhor proveito da reciclagem e encontrou esse papel na Espanha que é composto por 90% de material pós-consumo, além de não utilizar cloro no seu processo de branqueamento. Falando nisso, esse papel importado possui uma ótima alvura, provando para o consumidor brasileiro que papel reciclado não precisa ser pardo com fibras coloridas.

Eu vi o papel e a qualidade é excepcional. Com essa iniciativa, Fernando espera promover que outras empresas que utilizam papel façam o mesmo, e assim, incentivar as fábricas de papel brasileiras e correr atrás e lançar no mercado um produto similar.

Parabéns ao Fernando e à MICA pela iniciativa.

Marcadores:

13.3.08

#blogdoaluno: Mais blogs nascendo

Quem viu o post anterior, soube que resolvi solicitar aos alunos uma atividade em que cada um deles vivenciaria a experiência de manter um blog durante o decorrer da disciplina "Novas Tecnologias da Comunicação" da Faculdade de Comunicação em que dou aula.

Essa proposta tem como objetivo propiciar uma vivência prática da cultura digital, um dos temas discutidos em aula. Assim, enquanto o espaço da aula é utilizado para as discussões teóricas, o ambiente digital torna-se um lugar para estudos práticos.

Como futuros profissionais de comunicação, essa experiência tem também oferecido outras práticas além do estudo sobre os meios digitais. Permite um primeiro contato com uma forma de comunicação em que o autor do blog precisa preocupar-se com a forma da escrita e a qualidade do seu conteúdo.

Para compartilhar a experiência e promover os melhores blogs, semanalmente os posts mais interessantes são publicados no Twitter através da tag #blogdoaluno


Veja mais:
- Novidades na Blogosfera
- Mad Men ajuda na seleção de um estagiário nativo digital
- Entrevista para o blog da Folha de S. Paulo

Marcadores: ,

8.3.08

O essencial daquilo que nos cura - Pedro Palhares Fernandes


Hoje estive na inauguração da exposição "O essencial daquilo que nos cura" de Pedro Palhares Fernandes. A exposição fica até 12 de abril.

Trata-se de uma instalação com algumas das obras do artista, todas giram entorno do estudo sobre a imagem, seja ela uma radiografia, uma fotografia ou áudiovisual. Reunidas em um único ambiente, formam um conjunto de possibilidades; repleto de informações e interpretações.

A oportunidade permitiu ainda conhecer o espaço em que a exposição é realizada. A Oficina da Luz é um núcleo fotográfico em que Pedro é um dos organizadores. O núcleo organiza atividades e alguns cursos e workshops muito interessantes, como por exemplo, da técnica pin hole, em que o participante monta sua própria máquina fotográfica com uma caixa preta e vai para a rua fotografar com sua máquina fotográfica caseira.


Durante a visita vi também o aparelho que simula uma camera obscura e foi utilizado durante um evento realizado pela Oficina da Luz no Centro Cultural de São Paulo. Ao colocar a cabeça dentro da caixa é possível ver num dos cantos a imagem captada por um pequeno orifício localizado no outro canto da caixa. Abaixo segue o vídeo que registrou o evento.









A Oficina da Luz possui um blog que traz mais informações sobre o núcleo fotográfico: http://oficineiros.blogspot.com

Abaixo deixo os dados da Oficina da Luz, para agendar uma visita e conhecer a instalação ou pegar informações sobre os cursos e workshops.

OFICINA DA LUZ
Rua Irmão Lucas, 102 - Pinheiros (travessa da R. Cardeal Arcoverde)
São Paulo - SP
11 3628-8400
oficina.luz@gmail.com
http://oficineiros.blogspot.com

4.3.08

Novidades na blogosfera

Neste post trago algumas novidades da semana da rede de blogs que tratam de temas relacionados à comunicação:

- Adivertido – O blog do Gabriel Jacob completou 1 ano nesta semana e ganhou novo visual. Vale a pena conferir, há sempre boas novidades.

- Aliche no País das Más Ervilhas – Por conta de uma proposta que fiz em sala de aula, a Ju Zanchi voltou a escrever um blog. Com poucas semanas de vida o seu blog já mostrou que tem potencial. Fica aqui a dica para visita.

- PontoD.com– O Danilo Dualiby, apesar de estar ainda no 2º ano da Faculdade de Publicidade já tem bom faro para encontrar assuntos interessantes para seu blog. Lá ele publica o que vê de mais relevante na publicidade, cinema, televisão e música.

- Z to B - O Zé Bello, por sua vez, já está perto do final do curso de Publicidade e Propaganda. Não sei se ele soube, ou não, da atividade em que cada aluno deveria montar seu próprio blog. Essa atividade foi proposta em uma disciplina que o Zé Bello já cursou. De qualquer maneira, por conta própria ele resolveu começar a empreitada. O blog trata de tudo entre Z e B!

Vale acrescentar: essa proposta que fiz aos meus alunos estimulava cada um deles a montar um blog com algum tema relacionado à área da comunicação. Além disso, é também o espaço que eles utilizam para expor seus comentários e reflexões sobre as aulas de cada semana.

Espero que a cada dia comecem a surgir mais blogs bem escritos e com conteúdos relevantes. Sempre que houver algo novo deixarei um post com a sugestão!

Veja mais:
- #blogdoaluno: Mais blogs nascendo
- Mad Men ajuda na seleção de um estagiário nativo digital

Marcadores:

[drops] Estratégia agressiva(?) da Coca Zero

Fiquei sabendo através do Bruno Allucci, e como muitos já escreveram sobre o assunto, deixo apenas um “drops” com o registro desta ação inusitada. Talvez pode-se dizer que seja um mix de marketing experencial com sensorial, de permissão, viral e buzzmarketing. No fim, como foi dito em outros blogs, já chamaram de advertasting ou também extreme CGA.

O importante mesmo é a reflexão sobre os limites da publicidade. Há ou não uma discussão ética a se fazer quando a Coca-Cola estimula o consumidor a colocar um piercing na língua com a marca da Coca-Cola Zero e em troca ele ganha exposição da sua foto publicada no álbum virtual da campanha?

Parece que a questão está no público-alvo. Se a campanha é bem direcionada ao público específico que a ela pretende atingir, os rumores negativos são praticamentes inexistentes; mas se a estratégia inusitada ganha repercussão na mídia de massa e começa a atingir outro público, é capaz que apareçam opiniões negativas sobre a ação.

Vejam abaixo mais sobre o caso:
- Coca-Cola Zero na ponta da língua
- Coca-Cola Zero e a propaganda de permissão
- Álbum de fotos da campanha

Marcadores: , ,

2.3.08

Coincidências sobre o estudo dos meios digitais

Esse é o mês das coincidências. Depois do post "Coincidências fotográficas" em que comentei o fato curioso de ver um fotógrafo profissional utilizando uma técnica de fotografia que eu também andava brincando atualmente, agora foi uma coincidência sobre o que se pensa em relação às influências dos meios digitais na sociedade.

É bom ver que estamos um tanto longe do primeiro mundo, mas não
distantes das reflexões atuais sobre os meios digitais e suas
consequências.

Hoje saiu no no jornal ESTADÃO uma matéria sobre o livro "Against the Machine" do jornalista Lee Siegel. Em seu livro Siegel comenta que a tecnologia ajudou a explorar um desejo da sociedade pela exposição social. Em 2006 Siegel escrevia em um blog da revista "New Republic", mas foi afastado dessa atividade por conta de um leitor que atacava-o com frequentes comentários anônimos em seu blog.

No jornal deste domingo, o título da matéria era:

- A ansiedade de exposição [ver o artigo]

A coincidência é que em janeiro eu havia escrito um pequeno artigo para o portal
JumpExec em que o tema era muito semelhante. O conteúdo do livro parece divergir um pouco, mas em linhas gerais, a questão da auto-exposição é tratada da mesma maneira. Há vários pontos que pretendo ampliar em um novo artigo, mas por enquanto, segue abaixo:

- Vivemos em plena era da exposição [ver o artigo]

Fica a sugestão para leitura e o convite para a sua opinião sobre essa questão do desejo pela auto-exposição do usuário da internet.

Marcadores: ,

[drops] orkut e twitter via sms

O Orkut ampliou a lista de operadoras de celular que permitem o envio de scraps por sms. Agora a Tim também faz parte de grupo, porém assim como outras, cobra R$0,10 por cada scrap enviado para o celular.

O serviço todo do Orkut é gratuito. Qual a razão de pagar pelo sms?

A convergência entre celular e redes sociais é fato e o Twitter é uma rede que deixa isso bem claro. No Twitter é possível enviar sms gratuitos, porém as mensagens internacionais algumas vezes não chegam. Mas a integração acontece mesmo pelos diversos programas próprios para celular que acessam a rede do Twitter.


--
sent by smartphone

Marcadores: ,


 
Para receber esse blog por e-mail, envie uma mensagem info.ecode@messa.com.br e
escreva "incluir" no campo "assunto" da mensagem. Para cancelar, basta escrever a palavra "excluir".